Depois de um período de aperfeiçoamento e escolha entre qual seria a melhor resina UREIA-FORMOL  optamos em dedicar esta pagina a RESINA  RESILUMI , a tecnologia aplicada na resina atingiu as expectativas ,só que para nós Sinteco Sorocaba não e só resina mas também informação do que estamos aplicando e apoio Técnico , temos resinas muito boas no mercado neste anos de 2011 a 2014 tive o prazer de conhecer  varias ,não sei se foi apressa de lançar a resina no mercado visando a queda da Gigante SYNTEKO que esquecerão dos itens informações,mas isto não vem acaso pode ser corrigido, não somos patrocinados pela RESILUMI  fator escolha foi variedade de resina Ureia-Formol :Brilhante ,Semi-Brilho e Fosca e informação sobre resinas ao publico.



1-CARATERÍSTICAS GERAIS DO VERNIZ RESILUMI UF

VERNIZ RESILUMI UF- É uma resina especialmente formulada para ser aplicada em pisos de madeira com a finalidade de embelezar e protege-los.

Forma uma película de alta resistência, durável, brilhante, protegendo a madeira e proporcionando a facilidade de sua limpeza, dispensando a necessidade de ser encerada periodicamente, proporcionando economia de tempo e de dinheiro na conservação de seu piso de madeira.

É uma resina que denominamos de Verniz Resilumi UF pela sua característica, pois é produzida pela reação química entre ureia e formol. É aplicada ao piso juntamente com o Catalisador ou endurece- dor denominado Catalisador Resilumi.

O Catalisador Resilumi ao ser misturado com o Verniz Resilumi UF atua como acelerador da reação, provocando o endurecimento ou a "cura" da resina. No entanto, o tempo desse endurecimento permite tranquilidade para a aplicação do mesmo no piso após a mistura. Esta película ao secar e endurecer torna-se transparente, nivelada, resistente e proporcionando um maravilhoso brilho.



2-FATORES A SEREM CONSIDERADOS PARA UMA BOA APLICAÇÃO

O sucesso da obra não depende apenas da excelente qualidade do Verniz Resilumi UF, pois a aplicação do Verniz Resilumi UF é a ultima etapa da obra, e por isto exige que as etapas anteriores também tenham sido executadas com perfeição. O Verniz Resilumi UF não corrige defeitos da base e da preparação do piso, pelo contrario ira ficar até ficar mais evidente, pois lhe dará mais brilho.

Outro detalhe muito importante a ser observado é a situação do terreno, quanto à umidade do solo, impermeabilização da argamassa, nivelamento do contra piso, a cura do cimento, colas usadas e a colagem da madeira, qualidade e a espécie da madeira, calafetagem e lixamento, pois influenciam diretamente na qualidade da aplicação do Verniz Resilumi UF, e devem ser executados de maneira criteriosa para que se obtenha o Maximo do rendimento e o Maximo do resultado esperado e do lindo acabamento que o Verniz Resilumi UF pode proporcionar ao seu piso.


ATENÇÃO PARA CAUSAS QUE PODEM DAR DEFEITOS NA OBRA

-Se o piso estiver úmido, pois a umidade prejudicará o brilho do Verniz Resilumi UF.

-Madeiras verdes atenuam o brilho ao ocorrer à secagem, a madeira diminui de tamanho ocasionando abertura nas juntas e a resina se rompe causando trincamento da mesa. (antes de comprar a madeira verificar se a mesma está bem seca geralmente esta secagem é feita em estufas para evitar este tipo de problema).

-Evitar o uso de óleo para facilitar o lixamento, pois a oleosidade ira provocar o que chamamos de afastamento ou abertura do Verniz Resilumi UF.

-Lixamento incompleto ou defeituoso, irá prejudicar o brilho do piso.

-Restos de cimento não eliminados nas juntas dos tacos, pois irão neutralizar a ação do Catalisador Resilumi, retardando a cura da resina, provocando defeitos nas juntas e na superfície da película.

-Calafeto não nivelado ao piso apresenta aspecto ruim no acabamento final.

-Calafeto oleosos não podem ser usados, pois irão ocasionar defeitos de afastamento da resina.

2.1-TERRENO

As condições de umidade do solo devem ser verificadas antes da construção de um prédio ou casa que será acabada com pisos de madeira. Conforme o grau de infiltração de água deve-se recorrer a um dreno e só poderá ser aplicada a resina sobre o piso após desviar ou extinguir a fonte de infiltração e certificar-se que o terreno este totalmente seco.

2.2-PISO

O contra piso deve ser construído com argamassa de cimento para oferecer as condições de fixar com eficiência os tacos, parques e assoalhos.

A argamassa deve conter um aditivo impermeabilizante para garantir condições de proteger a madeira de possíveis infiltrações da umidade do solo que passam a vir à afeta-la posteriormente.

O contra piso deve ser construído com uma elevação do solo para permitir a ventilação e circulação de ar. Assim evitando a condensação da umidade, que com o tempo proporciona o desenvolvimento de parasitas que poderão danificar e até destruir o piso de madeira.

2.3- MADEIRA

Para compreender como se comporta o assoalho de madeira numa construção, é necessário entender como são as propriedades da madeira, ela é composta em 60% a 75% de sua massa por duas substancias celulose e lignina. A parte restante é constituída por resinas naturais, óleos essências e corantes, e estas quantidades variam de acordo com a espécie vegetal, e das condições do solo e da idade da arvore e outros fatores.

Quando a arvore é cortada cessam os processos vitais e ela praticamente morre. No entanto, algumas características permanecem, sendo as mais importantes à expansão e contração das células com absorção ou saída de água. Isso significa que a madeira "trabalha" sempre, em ambientes mais úmidos absorve água e ambientes secos, perde água.

A secagem natural ao ar faz com que sua umidade permaneça em torno de 18%, decorridos 1 a 3 anos, uma secagem eficiente só é possível por meio artificial em estufa, durante 3 a 4 dias, tempo necessário para que a madeira possa atingir o grau ideal.


Madeiras muito úmida ou muito seca "trabalham" e estão sujeitas a sofrer empanamentos, essas curvaturas podem ser de 4 tipos: De canto, plano, acanalado e curvatura dupla.

2.4- Substancia capaz de ligar dois corpos de modo permanente, os corpos ligados pela cola chamam-se aderentes, os aderentes podem ser da mesma natureza, por exemplo, madeira e madeira, ou de naturezas diferentes, como madeira e cimento, chamam-se linha de colagem a película de cola que liga as faces dos materiais aderentes.

Empregam-se vários tipos de colas para fixar madeiras em pisos de cimento: hoje as mais usadas é cola PVA (cola branca) e cola poliuretânicas.

TIPOS DE COLAGEM

Podemos classificar em dois tipos: colagem química e colagem mecânica, no caso de tacos e parques interessa unicamente a colagem mecânica, que resulta na penetração de cola nos poros e rugosidades dos aderentes, onde se ancora ao secar.

2.5- LIXA


É uma ferramenta formada por grãos abrasivos colocados em um costado com a finalidade de dar acabamento em diversos tipos de matérias.

O COSTADO (superfície onde são fixados os grãos) que podem ser combinados de papel, de pano, ou poliéster.

OS ABRASIVOS são grãos minerais usados para corte nas lixas que através da fricção vão retirando parte da superfície a ser desbastada, podendo ser de varias matérias de grande dureza, como carbureto de silício, óxidos de alumínio, cerâmico e outros quase tão duros como o diamante.

OS ADESIVOS seguram os grãos ao costado, geralmente fixados com resinas fenólicas.

Para se obter um piso de madeira bem lixado, a lixa devera apresentar as seguintes características.

- Ser resistente no trabalho de desbaste; (de preferência ao costado de poliéster);

- Apresentar um bom acabamento no lixamento;

- E o Professional usar a sequencia correta de grãos ate c
hegar quase no polimento.

2.6- CALAFETO

É uma mistura usada para vedar e rejuntar frestas, muitos profissionais pecam não dando importância em caprichar nesta etapa, porem o piso bem calafetado favorece muito no acabamento final do piso.

Um bom calafeto pode ser obtido através de um produto aglutinado ao próprio pó da madeira que foi lixada e dar a mesma tonalidade da madeira nas frestas, ou através de massas acrílicas com coloração da cor da madeira, no caso das frestas estiverem muito estreitas na massa com produto aglutinante coloque uma quantidade de pó para deixa-la bem liquida para que possa penetrar bem entre a juntas, quando as frestas forem maiores preparar uma massa de maneira mais compacta para ficar mais resistente na hora do polimento.

Observe bem que o calafeto deve estar sempre nivelado com madeira, caso esteja faltando reaplicar nova camada ate se obter total nivelamento com a madeira.


3-CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO RELATIVA à APLICAÇÃO

O bom resultado da aplicação do Verniz Resilumi UF é obtido não só pela alta qualidade do produto como também pelas condições em que o mesmo é utilizado.

Têm papel importante no resultado das aplicações os seguintes fatores:

-CLIMÁTICOS

-RELATIVOS AO PISO

-RELATIVOS AO TRABALHO

3.1- FATORES CLIMÁTICOS

A aplicação do Verniz Resilumi UF é influenciada pela temperatura e umidade do ambiente, quanto mais alta for à temperatura mais rápida será o endurecimento da película, quanto mais úmido o ambiente mais lenta será a evaporação dos solventes e em consequência, mais lenta será a secagem da película.

A quantidade de Catalisador Resilumi misturado no Verniz Resilumi UF influencia a cura da resina. Deve- se observar à temperatura ambiente usar o Catalisador de acordo com a temperatura e umidade do ambiente (verificar na pagina 14).

PRECAUÇÕES COM AS INFLUÊNCIAS DO CLIMA

-EM DIAS QUENTES E SECOS: Nos quais o endurecimento da película é rápido, tomar cuidado com o intervalo entre demãos que deve variar entre 4 a 6 horas, pois se a cura estiver muito rápida passando este tempo a outra camada não dará aderência podendo ocasionar descasque posterior.

-EM DIAS QUENTES E ÚMIDOS: Como a secagem da película é mais lenta, o intervalo entre as demãos varia de 6 a 8 horas, em residências térreas, às vezes o intervalo poderá ser até de 12 horas.

-EM FRIOS E SECOS: A mistura fica mais viscosa e com reduzido poder de penetração; o Verniz Resilumi UF fica mais encorpado do que é considerado normal e forma uma película mais espessa, com muito brilho, mas sujeito a sofrer fendilhamento para evitar que isto aconteça, aconselhamos a aplicar o Verniz Resilumi UF no período mais quente do dia, entre 10hs e 15hs.

-EM DIAS FRIOS E ÚMIDOS: Se a temperatura estiver abaixo de 12 graus Celsius e a umidade do ar estiver entre 90 e 100%, a aplicação devera ser evitada, pois o risco de problemas e de secagem estará presente, e provavelmente irá comprometer o sucesso da obra.

3.2- FATORES RELATIVOS AO PISO

Como o Verniz Resilumi UF se contrai fortemente ao endurecer, só deve ser aplicado em assoalhos perfeitamente colados ao piso.

COLAGEM DO PISO

Certifique-se de que os pisos estão devidamente colocados para evitar descolamentos posteriores ou durante o lixamento, outro fator importante a se verificar e se não existe excesso de cola nas frestas que possam comprometer o calafeto como também verificar se a cola encontra-se totalmente seca e se não há excesso de cola que possa impedir a fixação do calafeto, (caso houver excesso retirar com uma ferramenta de ponta apropriada). A colagem pode ser feita com dois tipos de colas que são usadas atualmente cola branca (PVA) ou cola de poliuretano (cola bi-componente) porém deve ser observado para que o preparo desta cola seja feito em outro ambiente pois como o Catalisador é oleoso deve ser misturado longe da madeira pois se em contato com a mesma no momento da mistura poderá ocasionar manchas de óleo que permanecerão na madeira e serão evidenciados após a aplicação do Verniz Resilumi UF.

3.3-FATORES RELATIVOS AO TRABALHO DO PROFISSIONAL

As aplicações do Verniz Resilumi UF estão fora do controle da fabrica. Uma aplicação perfeita só poderá ser obtida se as instruções de uso do produto forem seguidas e obedecidas com rigor, quanto melhor a técnica utilizada, melhor será o resultado final da obra.

Observem a seguir os fatores que devem ser observados e que frequentemente causam problemas durante e após as aplicações.

POUCO BRILHO

O problema pode ser ocasionado por:

-MADEIRA MUITO POROSA

-APLICAÇOES EM DIAS MUITO QUENTES E ÚMIDOS

-NÃO OBEDECER AS INSTRUÇÕES QUANTO AO LIXAMENTO

DESCASQUE DA PELÍCULA

O problema pode ser ocasionado por:

-INTERVALOS LONGOS DEMAIS ENTRE AS DEMÃOS

-MÁ PREPARAÇÃO DO PISO

-MAIS DE 3 DEMÃOS, OU DEMÃOS MUITO ESPESSAS

-MÁ PREPARAÇÃO DA MISTURA VERNIZ RESILUMI UF COM O CATALISADOR RESILUMI

FENDILHAMENTO

Apesar da excelente qualidade do Verniz Resilumi UF em relação aos produtos similares e mais antigos no mercado, o fendilhamento acontece se o material for aplicado em excesso ou em mais demãos que as recomendadas neste manual em muitos casos o clientes exigem um brilho excessivo e alguns profissionais acham que aumentando as demãos irá atender a solicitação do cliente aplicando 4 a 5 demãos isto acaba ocasionando este problema, (para aumentar o brilho e dar um verdadeiro espalhamento pode se utilizar na ultima demão o Verniz Resilumi PU).

O fendilhamento esta ligado a elasticidade da madeira e da película, que são diferente, quando se aplica uma grande quantidade de resina na superfície, a película formada não acompanha a movimentação da madeira, dando origem ao fendilhamento. Outros fatores que vimos que contribuem para este fenômeno são: madeira úmida, pisos em lajes úmidas ou grandes variações de temperatura. Outro fator importante que deve se evitar é a incidência de raios solares sobre o piso que foi resinado, durante os 15 primeiros dias.

BOLHAS

O Verniz Resilumi UF possui em sua formulação um componente químico que conforme ele vai sendo aplicado esta a formação de bolhas vai sumindo; porém elas podem persistir quando a secagem da resina é muito acelerada, isto pode ser evitado vedando as aberturas e frestas onde existe uma grande corrente de ar, principalmente antes da aplicação da ultima demão.

Os raios solares que incidem diretamente sobre a resina recém-aplicada, e aquecem a película provocam também a secagem rápida. Durante a aplicação procure impedir a incidência dos raios solares fechando as janelas e vidraças com jornal e fita crepe ou outro material antes de começar a aplicação.

Outra causa de formação de bolhas é a pratica de profissionais mais antigos que aplicam com escova e bater no chão na hora de aplicar, este movimento deve ser delicado evitando pingos e ter um espalhamento homogêneo da resina no piso.

AFASTAMENTO OU DENOMNADO FUGA OU CREEPING

Esta relacionada diretamente aos seguintes fatores:

-IMPERFEIÇÕES DA MADEIRA (NÓ DE MADEIRA);

-MADEIRA PREVIAMENTE FERVIDA EM ÓLEOS, OU TIPOS DE MADEIRAS MUITO RESINOSAS;


-CALAFETO DO PISO COM PRODUTOS QUE SEJA OLEOSOS;

-USO DE ÓLEOS PARA FACILITAR O LIXAMENTO;

-VIDRACEIRO COLOCAR MASSAS DE FIXAÇÃO DE VIDROS SOBRE O PISO ANTERIORMENTE A APLICAÇÃO SO VERNIZ (NO LOCAL A MADEIRA ABSORVE O ÓLEO DA MASSA E ESTA MANCHA NÃO SAI SÓ TROCANDO O TACO).

AREIA, PELOS E CABELOS

Relacionado diretamente a má limpeza do ambiente e do piso antes da aplicação da resina, (verificação de limpeza de luminárias, molduras, janelas e portas principalmente na parte superior onde o pó se instala durante o lixamento e quando há deslocamento de ar vão para cima do Verniz Resilumi UF ainda durante período de secagem) a limpeza criteriosa do ambiente após toda a preparação do piso e um dos fatores mais importantes para se obter um ótimo acabamento, pois toda a sujeira que estiver sobre o piso será evidenciada pelo brilho do Verniz Resilumi UF. (aconselhamos o uso de camisetas com mangas longas durante a aplicação devido aos pelos e ate bonés ou tocas na cabeça).

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: O Verniz Resilumi UF não corrige nenhum defeito tipo imperfeições da madeira, manchas por óleo ou ácidos, tacos danificados, gorduras animais ou vegetais, e sua aplicação não colam tacos soltos, ele é um produto transparente e brilhante somente para proteger e embelezar os pisos de madeira.


4-CONDIÇÕES GERAIS PARA UMA BOA COLAGEM

Seguir com bastante atenção as seguintes precauções:

Deve ter uma grande afinidade entre o aderente a cola, observar que ela esteja sendo espalhada de forma homogênea e deve estar isenta de ceras e água.

A cola deve ser espalhada em todas as rusgas e poros dos aderentes, preenchendo todos os vazios.

A superfície que ira receber a cola devera estar isenta de pó, de cimentos soltos, de graxa de óleo, ferrugem ou qualquer outra substancia que impeça a colagem.

É importante que as superfícies aderentes devam apresentar poros ou asperezas capazes de desenvolver também colagem mecânica.

Quando for aderir certifique-se de que a madeira esta sendo colocada coma pressão necessária para uma colagem perfeita e possa obter uma ancoragem perfeita sobre a cola. (use um martelo de borracha branca para compactar a madeira ao contra piso), antes do lixamento certifique que toda a colagem foi efetuada com sucesso antes de iniciar o lixamento.


5-CONDIÇÕES GERAIS PARA UM BOM LIXAMENTO

Como já comentamos o lixamento do piso é um fator importantíssimo para que sua obra tenha obtenha o resultado esperado, pois a madeira devera ficar praticamente polida e sem imperfeições, pois qualquer irregularidade de lixamento será evidenciada pelo brilho da resina.

-PREPARAÇÃO DA LIXADEIRA

Verificar o estado geral de sua lixadeira, antes de começar o lixamento verificar os seguintes itens:

-Se o filtro que cobre o cilindro ou i disco esta em ordem, sem estar rasgado ou solto.

-Se em funcionamento o disco ou cilindro não esta com trepidações, pois se estiver poderá provocar marcas na madeira.

-Limpe criteriosamente o cilindro ou disco, para que fique isento de pó antes de colocar a nova lixa.

-Verifique se o exaustor da maquina esta funcionando perfeitamente, porque a exaustão completa do pó facilita o trabalho do aplicador. O lixamento sem poeira ira diminuir o trabalho posterior que é a limpeza do ambiente.

-Em lixadeiras de rolo é normal a lixa esticar durante o lixamento, o que é normal, por este motivo é bom verificar periodicamente e tornar a estica-la.

SEQUENCIA DE LIXAS PARA UM BOM LIXAMENTO

-1º. LIXAMENTO- Para nivelamento de madeira nova utilize a lixa 16 em maquinas de rolo ou 24 em maquinas de disco, movimento sempre no sentido do comprimento dos tacos ou do assoalho. Lembre que quanto mais grossa for à grana da lixa do 1º. Lixamento mais difícil será o acabamento, por este motivo de sempre preferência em começar pela lixa 24 ou 36, pois ela ira fazer menos riscos na madeira a serem corrigidos posteriormente, nas próximas etapas.

-2º. LIXAMENTO- Se você usou a 16 a segunda lixa será a 30, se usou a 24 a próxima será a 36 ou 40, este lixamento devera ser no sentido contrario do 1º. Lixamento.

-3º. LIXAMENTO- Se você usou a lixa 30 a terceira será o 40 ou 50, se você usou o grão 36 o próximo será o grão 50 ou 60, e novamente o lixamento será no sentido do comprimento dos tacos.

-4º. LIXAMENTO- Use a lixa 80 no momento contrario da anterior.

CALAFETAGEM

-Deixe as aberturas ou frestas bem limpas;

-Prepare o calafeto (conforme pagina anterior);

-Calafete, deixando o calafeto ao nível da madeira (se afundar dar uma segunda demão);

-Enquanto o calafeto seca prepare os cantos usando as lixas 36 e 60.


6-POLIMENTO DO PISO

-Lixamento use o grão 100, o movimento devera ser no sentido do comprimento da madeira e a calafetagem severa estarem totalmente seca, utilize a maquina de disco.

-Para garantir um super polimento poderá ser usado o grão 120 ao sentido contrario do lixamento anterior.

-Para finalizar use o disquinho com feltros em todos os sentidos da madeira ai o polimento esta pronto, ai é só finalizar com uma criteriosa limpeza do piso e do ambiente para que você possa realizar a aplicação do Verniz Resilumi UF que dará o excelente acabamento em seu trabalho realizado.


7-PREPARAÇÃO DA MISTURA DO VERNIZ RESILUMI UF+ CATALISADOR RESILUMI

O Verniz Resilumi UF é um produto bi-componente e é necessária a adição do agente de secagem denominado Catalisador Resilumi, seguir orientações abaixo.

A mistura da resina Verniz Resilumi UF e do Catalisador Resilumi devera ser medida, e respeitada de acordo com as condições climáticas referentes à temperatura e umidade do ambiente, conforme abordamos 3.1.

DIASSECAGEMVERNIZ RESILUMI QUANTIDADECATALISADOR RESILUMI QUANTIDADE




QUENTES E SECOS4 A 6 HORAS10 KG800 ML




QUENTES E ÚMIDOS6 A 8 HORAS10 KG1000 ML




FRIOS E SECOS10 A 15 HORAS10 KG1200 ML




FRIOS E ÚMIDOSNÃO APLICAR----------------------


DIASTEMPERATURAÚMIDADE



QUENTES E SECOSACIMA DE 30° GRAUSABAIXO DE 80%



QUENTES E ÚMIDOSDE 18° A 25° GRAUS 85% A90%



FRIOS E SECOSDE 15° A 20° GRAUSABAIXO DE 85%



FRIOS E ÚMIDOSABAIXO DE 12° GRAUS95% A 100% (CHUVA)


EMBALAGEM 20 KG + 2 LITROS DE CATALISADOR RESILUMI = 10% DE CATALISADOR

EMBALAGEM 1º KG + 1 LITRO DE CATALISADOR RESILUMI = 10% DE CATALISADOR



OBS: APLICAÇÕES EM DIAS FRIOS E SECO COLOCAR NO MAXIMO 20% A MAIS DE CATALISADOR SE ULTRAPASSAR ESTA QUANTIDADE IRÁ SATURAR O PROCESSO DE SECAGEM.


8- APLICAÇÃO DA RESINA

1- QUEIMADA: Derrame sobre o piso, aos poucos, a mistura do Verniz Resilumi UF com o Catalisador Resilumi conforme tabela acima, de acordo com as condições climáticas.

2- Faça o espalhamento do Verniz Resilumi em uma proporção de 1 kg de resina para cada 30 a 40 m² utilizando um rodo de borracha. Deixe secar e a seguir lixe o piso com lixa grão 120, manualmente, remova o pó.

3- 1ª. DEMÃO: Derrame novamente a mistura no assoalho espalhando com escova suavemente em movimentos de "8" procurando não bater a escova no piso para evitar a formação de bolhas. Aplicar a mistura uniformemente sobre todo o piso, num mesmo sentido do ambiente.

4- Repasse a escova molhada nas partes onde houver maior absorção da resina, de modo que fique uniforme a aplicação.

5- Em dias quentes o tempo médio de secagem, do endurecimento da película, deve ser aproximadamente de 4 horas. Observe que após de seco não pode exceder o tempo de 8 horas para o próximo lixamento e limpeza para remoção do pó.

6- Assim que estiver seco proceder ao lixamento manual com a lixa grão 120, para remover fibras e preparar o piso para a segunda demão.

7- 2ª. DEMÃO APLIQUE A 2ª. Demão bem fina, com a mesma técnica da primeira demão.

8- Proceda novamente o lixamento com lixa grão 120, utilizando sempre a técnica da primeira demão, nesta ultima demão você escolhera o tipo de acabamento preferido pelo seu cliente, após terminar o lixamento e limpeza retire criteriosamente o pó, com vassoura de pelo animal bem macia proceda a aspiração e limpeza sempre com pano seco, e em seguida aplique a ultima camada de Resilumi Brilhante, Semi-Brilho ou Fosco.

Aguarde a secagem e a obra estará terminada.


9- LIMPEZAS DOS METERIAIS DE APLICAÇÃO

A melhor forma de limpar o material de aplicação tipo escova, rolo, bacias de plástico é sempre com água morna, caso não tenha água morna, aconselhamos espremer e excesso de produtos nos utensílios, pois o choque térmico com água fria poderá formar grumos ficando um pouco melado, após tirar o excesso lave com água em grande quantidade, evite usar detergente, sabão ou outros produtos que podem contaminar seu material de aplicação, devido estes produtos terem em suas formulações produtos alcalinos.

Caso em dias muito frios você tenha muita dificuldade em limpar os utensílios aconselhamos a usar uma mistura de 50% de Catalisador Resilumi e 50% de água para mergulhar escova e rolos e limpar reservatórios.


10-CUIDADOS ESPECIAS

O piso só poderá ser pisado após 12 horas de termino da aplicação, tomando sempre as devidas precauções (evitar saltos finos e qualquer atrito de objetos pontiagudos). Não cubra o piso com tapetes, passadeiras, lonas ou jornais, antes de pelo menos uns quatro dias de secagem.

Durante os 30 primeiros dias após a data da aplicação a resina ainda sofre todo o seu processo de cura nas camadas internas, durante este período só pode ser usado para limpeza vassoura de pelos macios de crina animal, e aspirador de pó.

Para manter seu piso conservado durante vários anos, aconselhamos alguns cuidados especiais, pois mesmo sabendo que o Verniz Resilumi UF é bem resistente, tem algumas situações que podem vir a riscar seu piso, como os moveis pesados aconselhamos a colocar feltros sob as pernas de sofás, cadeiras, mesinhas de centro e demais moveis que porventura tenha de ser arrastado, outro cuidado que deve se ter é com transito de animais de estimação com unhas compridas, e todo tipo de rodas de brinquedos tipo "velotrol" e carrinhos de brinquedos com rodinhas rígidas de plástico e cadeiras giratórias de computadores, na qual sugerimos a troca das rodinhas de plástico por rodinhas de silicone, pois são estes o maiores inimigos do seu piso.


11-CONSIDERAÇÕES FINAIS SOBRE O VERNIZ RESILUMI UF

O Verniz Resilumi UF é a ultima geração do Verniz de formulação a base de água de ureia formol o seu desenvolvimento foi realizado com base nas reinvidicações da maioria dos profissionais do mercado brasileiro que gostavam dos antigos vernizes disponíveis no mercado, pois tinham que suportar o cheiro muito forte de emissão do formol e um material com uma textura muito espessa, fácil de dar problemas de aplicação e trincamento da película.

O Verniz Resilumi UF foi desenvolvido para melhorar os problemas existentes nestes antigos produtos que não evoluíram, com esta nova formula o Verniz Resilumi UF se obtém uma película mais elástica devido ao uso de solventes modernos, com menos emissão de formol e com isto muito menos cheiro durante e após a aplicação, pois o formol é inibido em seu processo de fabricação, proporcionando ao profissional muito mais conforto e confiança quanto aos problemas mais comuns na aplicação deste tipo de resinas.

Hoje só Verniz Resilumi UF pode lhe oferecer grandes vantagens relativas á quantidade de acabamento, brilho, conforto na aplicação, maior rapidez na entrega de sua obra e tudo isto com muito mais economia, sendo hoje o melhor produto disponível no mercado desta categoria.

Caro aplicador aqui neste manual tem todos os passos a seguir para que você tenha o melhor resultado e satisfação do seu cliente, siga corretamente todos os passos que você terá muito sucesso em sua profissão.

AGRADECEMOS PELA PREFERÊNCIA EM UTILIZAR A NOSSA LINHA DE PRODUTO.



















 
 










 
Trabalhamos: Sorocaba em toda região Alpha Ville, São Paulo, Grande São Paulo,Porto Feliz, Boituva,Salto,Itu, Araçoiaba da Serra, Sarapui,Tatuí,Itapetininga,Angatuba ,Salto de Pirapora, Pilar do Sul.


  Site Map